INFO-MOÇAMBIQUE

Accueil > DOSSIERS > L’affaire Cardoso > Carlos Cardoso et a revolução moçambicana

"No oficio da verdade, é proibido pôr algemas nas palavras

Carlos Cardoso et a revolução moçambicana

vendredi 9 janvier 2004, par José Reis

image 200 x 284 Dommage pour ceux qui ne lisent pas le portugais, nous abordons ci-après, une appréciation du livre « Carlos Cardoso et la révolution Mozambicaine » une oeuvre de deux journalistes mozambicains, Paul Fauvet et Marcelo Mosse et publié par l’éditeur mozambicain Ndjira

Pour rappel, Carlos CARDOSO était un jeune journaliste mozambicain assassiné dans son lieu de travail par le bras armé d’une clique maffieuse bénéficiant de l’appui des hauts responsables du pouvoir mozambicain.
Reportez-vous aux articles parus dans ce dossier à ce propos. Ce livre, n’est pour l’instant que disponible en portugais.

"A carreira de Cardoso estende-se por quase um quarto de século da vida de Moçambique como país independente.
Durante este tempo ele esteve presente em quase todos os momentos cruciais da história do país - a guerra contra o regime de Smith, a independência do Zimbabwè, os ataques sul-africanos na Matola, o Acordo de Nkomati, a tragédia de Mbuzini, a viragem para o multipartidarismo e a luta pela liberdade de imprensa, o acordo de paz e a desmobilização caótica, a luta para salvar a industria do caju, o escandalo da privatização dos bancos. A voz única de Carlos Cardoso nunca deixou de se ouvir.
"

Estas simples linhas extraidas do epilogo do livro dos jornalistas moçambicanos PAUL FAUVET e MARCELO MOSSE sobre a vida e morte de Cardoso resumem de maneira sintética o conteudo desta obra de 454 páginas ! Os dois jornalistas moçambicanos realizam aqui um trabalho de memória extraordinário pela riqueza das informações recolhidas e pela clareza do estilo.

Retomando como fio condutôr o percurso de Cardoso desde os seus anos de liceu na Africa do Sul até à sua morte em 2000, os dois autores transmitem com um profissionalismo sem falhas toda a Historia recente de Moçambique. Atravez do combate incessante de Cardoso na frente da informação, partilhamos com um interesse crescente os acontecimentos que formaram esta jovem Nação. E não só, pois é a historia de toda a Africa Austral que se trata !

O estilo jornalistico da obra, caracterizado pela minucia, sobriedade e objectividade no tratamento dos factos, confere à obra uma abordagem simples que consolida o interesse do leitor que vai aumentando com o desenrolar da historia.

O que é realmente extraordinàrio neste trabalho é o caracter universal dos acontecimentos : liberdade de imprensa, justiça, corrupção, luta ideologica, deontologia profissional são alguns dos grandes temas que atravessam em permanência a leitura dos factos. Este é, para nós, o grande mérito dos autores que possibilitam assim uma leitura de ideias e não simplesmente um alinhavar de factos.

Carlos Cardoso, para aqueles que por ventura não o conhecem ainda, foi um jornalista moçambicano que desde as primeiras horas da independencia se colocou ao serviço do País e que morreu assassinado no seu posto de trabalho em Novembro de 2000. Morto ao serviço da Liberdade e da Justiça simplesmente porque o seu trabalho sem compromissos incomodava as manobras duma máfia corrompida infiltrada nas mais altas esferas do poder. Apesar do julgamento realisado o ano passado e da prisão dos três autores do crime e de três comanditàrios, o assunto continua "pendente" jà que foi introduzido um recurso e um segundo processo (ligado aos desvios de dinheiro e corrupçãoà està ainda em curso.

Editado pela Ndjira, esperemos que este livro conheça o sucesso que merece. A figurar necessariamente nas bibliotecas de todos quantos se interessam não só por Africa e Moçambique mas igualmente por Historia, Jornalismo, Justiça e claro, Politica.

JOSE REIS

Messages

  • un mot pour signaler que l’ouvrage est paru en version anglaise sous le titre :

    CARLOS CARDOSO : Telling the Truth in Mozambique / Paul Fauvet & Marcello Mosse
    Published by DOUBLE STOREY A Juta Company, South Africa.
    368 pages, ISBN 1 919930 31 0
    diffusion prévue en Europe : juin 2004
    ( il est possible de le commander à Africa Book Centre Ltd, 38 KING STREET, LONDON WC2E 8JT)